General

Atualmente, 10 países oferecem a residência ou a cidadania por investimento

Updated: 9 October 2021

Através destes países, existem diversos caminhos para conseguir uma cidadania por investimento ou uma residência por investimento. Cada programa possui suas vantagens e desvantagens e isso pode dificultar a escolha entre eles. Não existe uma solução do tipo “tamanho único”. Em última análise, dependerá das necessidades e preferências específicas de cada investidor.

À medida que a cidadania econômica se torna cada vez mais popular, surgem novos programas de residência por investimento. Isso torna o campo de jogo mais competitivo e aumenta a variedade de opções. Aqui está uma lista de 10 programas de todo o mundo para os investidores darem uma olhada antes de tomar uma decisão

Portugal

O programa Golden Visa de Portugal, lançado em 2012, é um dos programas de residência por investimento mais procurados na Europa. Desde que o requerente principal não seja cidadão da União Europeia (UE), do Espaço Econômico Europeu (EEE) ou da Suíça, qualquer pessoa pode aplicar ao programa através de um investimento qualificado em Portugal.

Os investimentos qualificados são:

  1. Um investimento mínimo de € 500.000 em qualquer tipo de imóvel, localizado em qualquer parte de Portugal (€ 400.000 se o local estiver em uma zona de baixa densidade populacional);
  2. Um investimento mínimo de € 350.000 numa propriedade com pelo menos 30 anos, desde que venha a ser reabilitada (€ 280.000 se o local estiver em uma zona populacional de baixa densidade);
  3. Transferência de capital de € 1.000.000 para Portugal;
  4. Criação de um mínimo de 10 empregos de tempo integral em uma empresa portuguesa registrada;
  5. Um investimento mínimo de € 350.000 em um fundo de capital de risco português qualificado;
  6. Um investimento de € 350.000 para pesquisa científica ou tecnológica em Portugal;
  7. Uma doação mínima de € 250.000 ao patrimônio nacional, artístico ou cultural.

Benefícios:

– Processo direto

– Direito de viver e trabalhar em Portugal

– Viajar livremente através dos países do Espaço de Schengen

– Um caminho fácil para a Cidadania Europeia

– O Reagrupamento Familiar permite que os membros da família façam parte do programa

– Requisito de estadia curta (sete dias por ano)

– Estilo de vida acessível

– Oportunidade de investimento em um país da UE com alto potencial

O processo de obtenção do Golden Visa de Portugal demora normalmente cerca de seis meses.

Espanha

O programa Golden Visa da Espanha foi lançado em 2013. A rica cultura da espanhola, a culinária deliciosa, as praias ensolaradas e o estilo de vida desejável fazem do país o destino preferido para a relocação. Qualquer pessoa, desde que não seja cidadão da União Europeia (UE), do Espaço Econômico Europeu (EEE) ou suíço, poderá aplicar ao programa de Golden Visa da Espanha através de um investimento qualificado.

Os investimentos qualificados são:

  1. Um investimento mínimo de € 500.000 em um imóvel na Espanha;
  2. Transferência de capital de € 1.000.000 para a Espanha;
  3. Um investimento mínimo de € 1.000.000 em uma empresa espanhola;
  4. Investimento de € 2.000.000 em títulos do governo espanhol.

Benefícios:

– Tempo de processamento rápido

– Viajar sem necessidade de visto através dos países do Espaço de Schengen

– Direito de viver, trabalhar e estudar na Espanha

– Inclusão da família no programa

– Sem exigência de estadia

A Espanha não exige que você more no país para poder renovar a autorização de residência. Exige apenas que os residentes entrem no país pelo menos uma vez por ano. No entanto, para a cidadania espanhola, há um requisito de residência.

O processo do Golden Visa da Espanha normalmente leva de um a dois meses.

Grécia

Lançado em julho de 2013, o programa do Golden Visa da Grécia concede um visto de residência de cinco anos por meio de um investimento no país. Qualquer cidadão não pertencente à União Europeia (UE), com mais de 18 anos e ficha criminal limpa, poderá aplicar ao programa.

Um investimento mínimo de € 250.000 em imóveis na Grécia qualifica o investidor para o programa de residência.

Benefícios:

– Processo rápido e fácil

– Viajar sem necessidade de visto através dos países do Espaço de Schengen

– Direito de viver na Grécia

– Acesso ao sistema público de saúde e educação na Grécia

– Baixa exigência de investimento

– Inclusão familiar: cônjuge, filhos, pais e pais do cônjuge

– Sem exigência de estadia mínima

O visto de residência terá validade de cinco anos e poderá ser renovado no final de cada período desde que o investimento imobiliário seja mantido. A cidadania grega só poderá ser concedida após sete anos de residência no país. O processo de aplicação para o Golden Visa da Grécia leva cerca de dois a três meses.

Chipre

Para aproveitarem o caminho mais rápido e seguro para a cidadania europeia, os requerentes precisam investir € 2,15 milhões em imóveis no Chipre. O programa de Cidadania por Investimento do Chipre concede a cidadania da UE no prazo de seis meses após a aplicação. Um passaporte do Chipre permite ao seu titular trabalhar, viajar, estudar e viver em qualquer lugar da UE. O cidadão pode ter acesso sem a necessidade de visto a países como Alemanha, França e Reino Unido. Além disso, o montante do investimento pode ser reduzido para € 500.000 após três anos passados como investidor no Chipre.

Malta

O Programa de Cidadania por Investimento de Malta é um esquema destinado principalmente a indivíduos de alto patrimônio líquido. Também conhecido como Programa de Investidor Individual de Malta (MIIP), o programa requer uma contribuição mínima de € 650.000 no fundo de desenvolvimento nacional criado pelo governo. Além disso, o requerente deve investir € 150.000 em instrumentos financeiros aprovados pelo governo e comprometer-se a comprar ou alugar uma propriedade em Malta por cinco anos. O valor do imóvel adquirido deve ser de no mínimo € 350.000. Após um ano de residência, o requerente poderá solicitar a cidadania maltesa e obter um passaporte europeu. Um cidadão maltês poderá viver, estudar e trabalhar em qualquer parte da UE.

Malta também tem um programa de residência separado. O valor do investimento é muito mais acessível, no entanto, através dele não será possível adquirir a cidadania maltesa.

São Cristóvão & Nevis

O Programa Cidadania por Investimento de São Cristóvão e Névis, lançado em 1984, foi o primeiro programa de cidadania por investimento que existiu. O esquema aceita investimentos para imóveis ou doações. Para se beneficiar do programa, os requerentes devem fazer uma doação mínima de $ 150.000 ao Fundo de Crescimento Sustentável (SGF). Como alternativa, o requerente poderá fazer um investimento de $ 400.000 em imóveis em São Cristóvão e Névis. O processo que leva à cidadania geralmente leva cerca de três a seis meses.

Antígua & Barbuda

O programa de cidadania por investimento de Antígua e Barbuda fornece um passaporte econômico aos investidores. Existem algumas opções que os requerentes podem escolher para se beneficiar do programa. Os investidores podem optar por contribuir com $ 100.000 para o Fundo de Desenvolvimento Nacional de Antígua. Eles também podem investir $ 1.500.000 na criação e desenvolvimento de um negócio. Como alternativa, também é possível investir $ 400.000 em um projeto imobiliário aprovado pelo governo (pode ser reduzido para $ 200.000 para investidores conectados). O passaporte de Antígua e Barbuda concede viagens sem a necessidade de visto para mais de 150 países, incluindo os países do Espaço de Schengen. Além disso, o país exige apenas cinco dias de residência por ano. A cidadania e o passaporte de Antígua e Barbuda podem ser emitidos dentro de quatro a seis meses.

Dominica

A cidadania por investimento na Dominica está disponível por meio de duas opções. A primeira é através de uma contribuição econômica (doação) ao país no âmbito do programa de visto de investidor do governo. A segunda opção, disponível desde janeiro de 2015, é por meio de investimento imobiliário. Com um limite mínimo de investimento de $ 100.000, o passaporte dominicano está entre os mais baratos. Demora cerca de três meses após o pedido para obter o passaporte.

Até 1993, não era possível obter a cidadania dominicana sem residir no país. Essa regra foi alterada pelo governo dominicano. Devido a esta alteração, o programa de cidadania por investimento de Dominica tornou-se não apenas o mais barato, mas também uma das opções mais flexíveis. Os portadores do passaporte dominicano podem viajar livremente para cerca de 140 países, incluindo o Reino Unido e o Espaço de Schengen.

Turquia

Existem várias opções das quais o investidor pode tirar proveito para se tornar um cidadão da República da Turquia. É possível realizar um investimento de pelo menos $250.000 em imóveis. Também é possível investir em uma empresa com um capital mínimo de $500.000. Por fim, é possível depositar $500.000 em instrumentos de investimento do Estado ou bancos estatais turcos, desde que o valor depositado não seja retirado durante três anos. Além disso, devido ao novo regulamente, empregar 50 pessoas também é um dos critérios para a aplicar para a cidadania turca.

O processo de obtenção da cidadania turca por meio de investimento normalmente leva cerca de 3 a 6 meses.

Estados Unidos

Por meio de projetos de investimento aprovados pelo governo nos Estados Unidos da América, os investidores podem obter o visto EB-5. Este visto concede a residência permanente nos Estados Unidos. Também confere ao seu titular o direito a estudar, viver, trabalhar e se aposentar nos EUA. Além disso, é possível receber o investimento de volta na conclusão do projeto. O governo dos EUA exige que o requerente principal resida nos EUA por pelo menos a metade de cada ano.

O passaporte dos EUA tem um limite mínimo de investimento de $500.000. Por ser um dos programas que tem um período de tramitação bastante longo, a autorização de residência é concedida em torno de 20 a 26 meses.

Subscribe
Notify of
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments

Cadastre-se em nossa newsletter